Sobre WASH

Sobre a água, o saneamento e a higiene (WASH)

650 milhões de pessoas - cerca de uma em dez - não têm acesso à água segura para beber, cozinhar e lavar (fonte).

2,3 mil milhões de pessoas - cerca de uma em três - não têm acesso a uma latrina decente. Destas, mil milhões de pessoas ainda defecam ao ar livre (fonte).

As pessoas mais afectadas por esta crise são as mais pobres e mais vulneráveis do mundo.

Se desejar informação adicional sobre o acesso à água e ao saneamento, incluindo dados históricos e projectados apresentados num mapa interactivo, faça clique no tabulador designado "Mapa de Acesso a WASH" no lado esquerdo desta página.

Porque é que WASH é importante?

A falta de água segura, de saneamento e de higiene contribuem significativamente para o peso global da doença. A diarreia é a segunda maior causa de mortes infantis no mundo, cerca de 315.000 crianças com menos de cinco anos morrem todos os anos de doenças causadas por água suja e falta de saneamento.

Mais de metade de todas as doenças tropicais ignoradas também estão relacionadas com WASH - resultando em atrasos de crescimento das crianças e funcionamento cognitivo problemático. Metade de todos os casos de desnutrição são causados por doenças relacionadas com WASH.

A falta de WASH também contribui para diversos males sociais. As mulheres e as crianças são as mais afectadas pelo acesso limitado à água, forçadas a sacrificar tempo, educação e meios de subsistência e a terem de andar quilómetros diariamente para ir buscar água para o agregado familiar.

Também arriscam a própria segurança. Não é incomum as mulheres e as raparigas serem sexualmente assediadas enquanto caminham. A falta de latrinas significa que muitas são observadas pelos homens enquanto defecam em público, ou - depois de controlarem a bexiga e os intestinos todo o dia - arriscam-se a ser atacadas quando esperam que caia a noite.

Finalmente, a falta de WASH pode ter como resultado a perda de potencial e de dignidade, má saúde e mesmo morte.